Filosofia Vermelha

Share

A banalidade do mal

Season 3, Ep. 16

O conceito de banalidade do mal foi empregado por Hannah Arendt em sua análise de Adolf Eichmann, responsável pela deportação e morte de aproximadamente 6 milhões de pessoas. Vamos trazer as reflexões da filósofa alemã para o nosso tempo e para nossas relações mais próximas a fim de perceber que pessoas que defendem pautas políticas terríveis, discriminatórias e excludentes podem até ser boas pessoas em sua intimidade.




  • Nossa chave PIX: filosofiavermelha@gmail.com



A análise de Hannah Arendt se encontra na obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal.

More Episodes